Arcos



Notícia Detalhada

NARRATIVAS FOTOGRÁFICAS: RESSIGNIFICANDO O CUIDADO EM SAÚDE


OLIVEIRA, Tatiana Resende Prado Rangel de; COSTA, Hugo Cesar Martins; ROSSETTI, Márcia Braz; MENDONÇA, Heloisa Faria de; SILVEIRA, Olívia dos Santos; FERNANDES, Amanda Paula; RODRIGUES, Raquel Corrêa; CAMPOS, Laura Lucia da Silva; DUARTE, Cristina Gabrielli Couto; ZENHA, Francisco Moreira.
Introdução:

a obesidade é um problema de alta prevalência e complexidade, representando um importante desafio terapêutico.

Objetivos

descrever o uso da linguagem fotográfica como estratégia metodológica nas práticas de educação em saúde e discutir as dificuldades e possibilidades encontradas .

Métodos

o PET-Obesidade foi uma pesquisa intervenção orientada para pessoas com excesso de peso, realizada em Unidades Básicas de Saúde (UBS) da regional Noroeste de Belo Horizonte. Durante um período de seis meses foram desenvolvidas 16 oficinas temáticas de nutrição, atividade física e psicologia. A proposta das narrativas fotográficas foi desenvolvida em apenas uma UBS. Os participantes foram convidados a produzir, utilizando equipamentos próprios, pelo menos uma foto a partir da seguinte pergunta inicial: “Como a participação nas oficinas do PET tem mudado/afetado seu cotidiano?”. Previamente, realizou-se uma oficina de sensibilização e familiarização com o objetivo de construir e ampliar as possibilidades e significados do ato de fotografar. O registro produzido por cada participante foi projetado na última oficina do grupo. A partir dessa exposição o autor narrava o contexto e motivo da escolha da produção fotográfica respondendo a pergunta inicial Resultados

A oficina final incluiu dez participantes, todas do sexo feminino, residentes no entorno do CS. Foram produzidas oito fotografias, sendo seis relacionadas à nutrição, uma ao ambiente e um autorretrato. Os alimentos ou hábitos alimentares se destacaram sugerindo que a mudança de comportamento alimentar foi o maior desafio  para  os participantes.

Conclusão

A subjetividade da produção fotográfica revela uma escolha entre um universo de possibilidades de registro e por isso pode dar visibilidade aos entendimentos e representações acerca das práticas em saúde. Esta metodologia se mostrou relevante em centralizar o sujeito como protagonista da intervenção, na tentativa de consolidar uma perspectiva menos prescritiva. Além disso, pode destacar de que maneira as ações do PET foram traduzidas e assimiladas pelos participantes, constituindo-se como potencial elemento avaliativo

Referências

BENJAMIN, W. Obras Escolhidas I – Magia e técnica, arte e política. Ensaios sobre literatura e história da cultura. 7 ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1994. BAUER, M.W.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. 2 ed. Petrópolis: Editora Vozes, 2000.


  Av. Dom José Gaspar, 500 - Coração Eucarístico - Belo Horizonte - MG CEP 30535-901 - Telefone geral: (31)3319-4444