Arcos



Publicação detalhada
Artigo: ESTUDO RETROSPECTIVO DA CASUÍSTICA DE CÃES COM SUSPEITA CLÍNICA DE PARVOVIROSE NO CENTRO VETERINÁRIO DA PUC-MG CAMPUS POÇOS DE CALDAS

Autor(es): Leonardo Massa Ribeiro

 

O parvovírus canino determina um processo de gastrenterite hemorrágica de grande importância na veterinária. O agente foi descrito em 1978, responsável por gerar alta mortalidade em filhotes. Os principais sintomas são diarreia sanguinolenta e vômito. Pela inexistência de tratamento específico, deve-se focar a atenção nas ações preventivas como a vacinação dos filhotes, o isolamento dos animais infectados, e limpeza adequada do ambiente contaminado. O objetivo desse trabalho foi realizar o levantamento dos casos de cães com sintomatologia condizente com parvovirose no Centro Veterinário da PUC MINAS campus Poços de Caldas. Das 2713 fichas verificadas, apenas 39 casos (1,43%) foram encontrados com suspeita clínica para a parvovirose canina. Não foi verificada diferença de ocorrência entre os sexos (fêmeas 59% e machos 41%), apenas entre raças como os cães SRD (19), Pit Bull (6), Pastores Alemão (3), Pinscher (3), Boxer (2) e idade, sendo de maior ocorrência entre 6 semanas e 6 meses. Essa doença necessita atenção, principalmente em filhotes, já que é a faixa etária de maior risco, principalmente pela dificuldade de tratamento específico além dos sintomas serem graves e por gerar altas taxas de morbidade e mortalidade.

Palavras-chave: Parvovirose; Parvovírus; Gastrenterite hemorrágica.



Local:

Data de publicação no site: 17/08/2012


Link do artigo completo: na PDF Document

  Av. Dom José Gaspar, 500 - Coração Eucarístico - Belo Horizonte - MG CEP 30535-901 - Telefone geral: (31)3319-4444