Arcos



Publicação detalhada
Artigo: LEUCEMIA LINFÓIDE AGUDA: a terapêutica e o papel do enfermeiro neste processo

Autor(es): Maria José Figueiredo Santos1, Rubiléia Aparecida Mareca1, Vitor José de Freitas3, Rosana Ribeiro Tarifa4, Sônia Maria Alves de Paiva5

 A Leucemia linfóide aguda (LLA) resulta de danos no DNA de células originadas na medula óssea, levando a um crescimento exagerado e incontrolável destas células afetadas, bem como seu acúmulo no paciente. Denominadas de linfoblastos, estas células afetadas deixam de funcionar ocasionando o bloqueio da produção normal de células da medula óssea e induz a uma diminuição no número dos elementos figurados do sangue como glóbulos vermelhos, plaquetas e glóbulos brancos, ocasionando a anemia, trombocitopenia e neutropenia. A abordagem inicial do diagnóstico sobrevém no exame morfológico do sangue periférico e da medula óssea. O estudo imunofenotípico admite identificar a linhagem celular (T ou B) e os diferentes estágios de maturação da célula. As técnicas citogenéticas têm colaborado de maneira essencial para a compreensão da biologia molecular e da terapêutica da LLA. As anormalidades cromossômicas, quando associadas ao painel de imunofenotipagem, estabelecem o parâmetro mais importante para a classificação das Leucemias e, juntamente de outros fatores clínicos e laboratoriais, que permitem a estratificação dos pacientes em distintos grupos de risco, tendo importância essencial para determinar o prognóstico, estabelecer o tratamento adequado e devidamente sua eficácia. Este trabalho teve como objetivo explanar sobre LLA, avaliar a terapêutica preconizada para esta patologia, bem como indicar um modelo de abordagem da equipe de enfermagem baseado em levantamento bibliográfico. Os dados obtidos a partir deste estudo mostram a maior incidência desta patologia em crianças com faixa etária entre 2 a 5 anos de idade, diminuindo entre adolescentes e adultos jovens, voltando a crescer após os 60 anos de idade. Entre crianças é mais comum entre as de cor branca e sexo masculino.

 

 

1, 2, 3 Enfermeiros Graduados pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Campus Poços de Caldas.

4 Graduanda do Curso de Enfermagem da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Campus Poços de Caldas.

5 Docente do Curso de Enfermagem da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Campus Poços de Caldas.



Local:

Data de publicação no site: 05/07/2012


Link do artigo completo: PDF Document

  Av. Dom José Gaspar, 500 - Coração Eucarístico - Belo Horizonte - MG CEP 30535-901 - Telefone geral: (31)3319-4444