Arcos



Publicação detalhada
Artigo: A validação do jogo educativo nas Trilhas da Vida...

Autor(es): Dómian Laison, Elisangela Vieira, Marize Nazarete, Roberta Moura, Tatiana Duarte

A validação do jogo educativo nas Trilhas da Vida como instrumento de educação/promoção da saúde em relação ao uso de alcool e tabaco como os adolescentes da Cruz Vermelha de Belo Horizonte, à luz da teoria do autocuidado de Dorothea Orem

 

Dómian Laison Pinto, Elisangela Vieira Lemes, Marize Nazarete Leal Marques, Roberta Moura, Tatiana Duarte Lacerda

Orientador: Robson Figueiredo Brito

 

Este projeto de pesquisa surgiu como proposta de validação do material pedagógico do Jogo Educativo “Nas Trilhas da Vida”, com a finalidade de legitimá-lo como instrumento/recurso pedagógico de educação, com vistas à promoção da saúde, em relação ao uso de álcool e tabaco, com os adolescentes participantes do Programa Ação Jovem, da Cruz Vermelha Brasileira, seção Minas Gerais, na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - Unidade Coração Eucarístico, em Belo Horizonte, na faixa etária de 15 a 18 anos, que foram recrutados pelo Projeto Primeiro Caminho, sob responsabilidade da Secretaria de Cultura e Ação Comunitária. Para isso, foi utilizado a Metodologia do Discurso Sujeito Coletivo (DSC), que utiliza o pensamento coletivo que é formado por meio das representações sociais, com abordagem quali-quantitativa, resgatando o universo das diferenças e semelhanças. A escolha dos sujeitos da pesquisa foi intencional, por se tratar de adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social, sujeitos ao ab(uso) de álcool e tabaco. A pesquisa foi executada após ser aprovada pelo Comitê de Ética desta instituição. Na aplicação do jogo, contamos com a participação de 02 grupos, totalizando 11 adolescentes. Após a aplicação do jogo “Nas Trilhas da Vida”, os adolescentes responderam a cinco questões propostas através de uma entrevista semi-dirigida. Constituiu-se a análise dos dados com base na Metodologia do DSC, para identificar a apreensão e compreensão do sentido do jogo educativo pelos adolescentes e captar suas representações de autocuidado em relação ao uso de álcool e tabaco. Os dados coletados foram transformados em Discurso do Sujeito Coletivo. Após o estudo e compreensão dos achados da pesquisa, embasados na literatura cientifica, percebemos por meio dos resultados obtidos pela aplicação do jogo “Nas Trilhas da Vida”, que o mesmo proporcionava aos adolescentes a construção de cunho reflexivo sobre diversos aspectos, como: as conquistas na vida, o uso de álcool e tabaco e suas consequências, o questionamento sobre seu estilo de vida, as atitudes para se ter qualidade de vida desde a adolescência até a velhice. E, por essa razão, com base na teoria do autocuidado de Dorothea Orem e de acordo com a Política do Ministério da Saúde para a Atenção Integral a Usuários de Álcool e outras Drogas, instituída em 2004, foi construído um plano de cuidados separados em 4 eixos e entrelaçando com as entrevistas do DSC, para ser aplicado aos adolescente.



Local:

Data de publicação no site: 05/06/2012


Link do artigo completo: http://icbs.pucminas.br/conteudo/RESUMOPUBLICAcaO-MarizeNazarethLealMarques-Enf 9ptarde.doc PDF Document

  Av. Dom José Gaspar, 500 - Coração Eucarístico - Belo Horizonte - MG CEP 30535-901 - Telefone geral: (31)3319-4444