Arcos



Publicação detalhada
Artigo: Enterite necrótica em frangos de corte e matrizes pesadas

Autor(es): Felipe Fonseca Pavão Filipe Inácio Galvão Luciano Veneroso Haddad

RESUMO
Nos últimos anos, a avicultura brasileira tem se destacado no mercado nacional e se torna cada vez mais presente no mercado internacional. O Brasil e hoje o terceiro maior produtor mundial de carne de frango e o primeiro exportador, sendo essa a carne mais consumida em todo território nacional, sendo o consumo per capita de 47,5 kg/hab./ano. A manutenção da saúde intestinal das aves ainda é desafio e a definição de parâmetros para a sua monitoria constante, sendo considerada enteropatia importante a enterite necrótica, causada pelo Clostridium perfringens. O Clostridium perfringens é capaz de produzir inúmeras toxinas que variam em função do grau de toxicidade e letalidade. As principais toxinas produzidas por essas bactérias são a alfa, beta, épsilon e iota. A enterite necrótica possui maior prevalência na criação intensiva de frangos de corte devido à alta densidade de criação e demais fatores predisponentes sendo a idade mais acometida entre 2 a 4 semanas, com taxa de mortalidade diária que pode ser superior a 1% da produção e curso clínico que pode perdurar por duas semana. A enfermidade é caracterizada por lesões ulcerativas e necrosantes na mucosa do intestino delgado e eventualmente cecos até cloaca, com debilidade do animal aparecendo de forma súbita e geralmente associada à imunossupressão, o que provoca morte rápida com elevada prevalência. Em casos de campo, o C. perfrigens pode ser isolado a partir do conteúdo intestinal, sendo recomendada a associacao dos achados laboratoriais aos clínicos- epidemiológicos, além de lesões microscópicas. O controle e tratamento dependem de um diagnóstico preciso, incluindo a resistência a antimicrobianos e a definição de quais fatores predisponentes e /ou agravantes estão presentes naquela situação específica.
Palavras-chave: Clostridiose; Clostridium perfringens; doenças entéricas; frangos de corte; trato gastrointestinal.



Local: Medicina Veterinaria PUC MINAS - Betim

Data de publicação no site: 26/11/2013


Link do artigo completo: ENTERITE NECRÓTICA EM FRANGOS DE CORTE PDF Document

  Av. Dom José Gaspar, 500 - Coração Eucarístico - Belo Horizonte - MG CEP 30535-901 - Telefone geral: (31)3319-4444