Arcos



Publicação detalhada
Artigo: Caracterização de rebanhos bovinos de diferentes grupamentos genéticos pertencentes à três propriedades localizadas na região central de minas gerais

Autor(es): Gabriela Mendonça de Sales Barbosa CARACTERIZAÇÃO

RESUMO
O mercado de produtos lácteos no Brasil e no mundo sofreu mudanças significativas. Atualmente os laticínios tem exigido leite com maior teor de sólidos totais, menor Contagem de Células Somáticas (CCS) e Contagem bacteriana Total (CBT) mais baixa, pois esse fatores estão diretamente ligados à qualidade e tempo de vida de prateleira do produto final. Além disso, o leite com maior percentual de sólidos totais possui maior rendimento industrial, reduzindo custos relativos à estrutura necessária para estocagem e transporte do leite. O estímulo para aumentar a produção de leite com estas características decorreu de bonificações para o leite de melhor qualidade que tenha maior percentual de sólidos totais e penalização para o leite com percentuais muito baixos de gordura e proteína. A composição do leite é influenciada por diversos fatores como nutrição, fase da lactação e genética. Por causar mudanças definitivas no rebanho, muitos produtores tem se interessado por realizar o melhoramento genético de seus rebanhos empregando animais que tiveram sua prova genética positiva para maior produção de sólidos totais, gordura e proteína. Os cruzamentos entre animais de alta produção leiteira com animais de origem zebuínas, que tem a característica de leite com maior percentual de sólidos e maior rusticidade, sendo melhor adaptados às condições ambientais do Brasil. O presente trabalho tem como objetivo mostrar a distribuição dos rebanho pertencentes a três fazendas da região central do estado de Minas Gerais quanto ao percentual de gordura, proteína e CCS. Foram analisados dados cedidos pela empresa Genes Pecuária Comércio e Serviços LTDA (Gepec), provenientes de 3942 coletas de leite de 199 vacas das raças Gir leiteiro e Holandesa e de cruzamentos desta com Gir leiteiro, Jersey, Tabapuã, Nelore e outras mestiças. As coletas de leite foram realizadas pelos Médicos Veterinários da Gepec no período de 2008 à 2012 e as análises do leite foram realizadas pelo Laboratório de Análise da Qualidade do Leite da Escola de Veterinária da UFMG. Foram realizadas análises para avaliar se há relação da variação dos componentes do leite com os grupos genéticos avaliados e com a estação do ano.
Palavras-chave: Composição do leite, cruzamentos, melhoramento genético, qualidade do leite.



Local: Medicina Veterinaria PUC MINAS - Betim

Data de publicação no site: 08/10/2013


Link do artigo completo: CARACTERIZAÇÃO DE REBANHOS BOVINOS PDF Document

  Av. Dom José Gaspar, 500 - Coração Eucarístico - Belo Horizonte - MG CEP 30535-901 - Telefone geral: (31)3319-4444