Arcos



Publicação detalhada
Artigo: Imunolocalização de miofibroblastos em processos proliferativos não neoplásicos gengivais

Autor(es): Leonardo Silveira Damasceno

 

 

Aluno: Leonardo Silveira Damasceno

Orientador: Prof. Dr. Martinho Campolina Rebello Horta

Programa de Pós-graduação em Odontologia da PUC Minas

 

RESUMO

A mucosa gengival pode desenvolver processos proliferativos não neoplásicos secundários ao processo inflamatório desencadeado pela ação de irritantes locais. Entre estes processos, destacam-se a hiperplasia fibrosa focal, o fibroma ossificante periférico, o granuloma piogênico e a lesão periférica de células gigantes. Miofibroblastos são fibroblastos diferenciados que possuem características intermediárias entre fibroblastos clássicos e células musculares lisas, por expressarem a proteína alfa actina de músculo liso (-SMA). Representam uma das principais células responsáveis pela síntese e degradação de componentes da matriz extracelular durante os processos de inflamação, reparo e remodelação tecidual, participando ativamente de processos patológicos caracterizados pela fibrose de órgãos e tecidos. Embora a presença de miofibroblastos tenha sido relatada em fibromatose gengival hereditária e em hiperplasia gengival medicamentosa, poucos estudos avaliam o papel dos miofibroblastos no desenvolvimento de processos proliferativos não neoplásicos gengivais. Portanto, o objetivo deste estudo foi avaliar a presença de miofibroblastos em hiperplasia fibrosa focal, fibroma ossificante periférico, granuloma piogênico e lesão periférica de células gigantes, investigando sua possível participação no desenvolvimento destes processos proliferativos não neoplásicos gengivais. Foram selecionadas 10 amostras de mucosa gengival normal, 10 amostras de hiperplasia fibrosa focal, 10 amostras de fibroma ossificante periférico, 10 amostras de granuloma piogênico, e 10 amostras de lesão periférica de células gigantes provenientes de material de arquivo emblocado em parafina. Estas amostras foram submetidas à reação de imunohistoquímica para o marcador de miofibroblastos -SMA. Imunomarcação para células de músculo liso de vasos sanguíneos foi utilizado como controle positivo. A ausência de miofibroblastos foi observada em todas as amostras de mucosa gengival normal, hiperplasia fibrosa focal, granuloma piogênico, fibroma ossificante periférico e lesão periférica de células gigantes. Os resultados sugerem que miofibroblastos não participam no desenvolvimento dos processos proliferativos não neoplásicos gengivais avaliados.

Palavras-chave: Imunoistoquímica; Doenças gengivais; Hiperplasia Gengival; Granuloma Piogênico; Fibroma Ossificante; Lesão Periférica de Células Gigantes.

ABSTRACT

Focal reactive overgrowths of the gingiva are lesions characterized by cell proliferation due to inflammatory process triggered by local irritants. The most common are focal fibrous hyperplasia (FFH), peripheral ossifying fibroma (POF), pyogenic granuloma (PG), and peripheral giant cell granuloma (PGCG). Myofibroblasts are differentiated fibroblasts that express alpha smooth muscle actin (α-sma). These cells synthesize and degrade extracellular matrix components during inflammation and process of tissue repair and remodeling. Consequently, myofibroblasts actively participate in diseases characterized by fibrosis of organs and tissues. Although the presence of myofibroblasts has been reported in hereditary gingival fibromatosis and drug-induced gingival hyperplasia, few studies evaluated its presence in focal reactive overgrowths of the gingiva. Therefore, the aim of this study is to evaluate the presence of myofibloblasts in the main focal reactive overgrowths of the gingiva (FFH, POF, PG, and PGCG). A total of 10 focal fibrous hyperplasia, 10 peripheral ossifying fibroma, 10 pyogenic granuloma, and 10 peripheral giant cell granuloma from archival formalin-fixed, paraffin-embedded specimens were evaluated. 10 samples of gingival mucosa were used as a control. Myofibroblasts were identified by immunohistochemical detection of α-sma, a marker for myofibroblasts. Normal vessel’s smooth muscle immunoreactivity was used as a positive control. A light microscopy was used to evaluate the immunostaining results. No myofibroblasts were observed in gingival mucosa. FFH, PG, POF, and PGCG did not also show the presence of myofibroblasts. In conclusion, myofibroblasts were not detected in the focal reactive overgrowths of the gingiva evaluated, suggesting that these cells do not play an important role in its pathogenesis.


 

Key-words: Myofibroblast, Focal fibrous hyperplasia; Pyogenic granuloma; Peripheral ossifying fibroma; Peripheral giant cell granuloma.

 

 



Local: Pós-graduação Odontologia - PUC Minas Coração Eucarístico

Data de publicação no site: 10/09/2013

  Av. Dom José Gaspar, 500 - Coração Eucarístico - Belo Horizonte - MG CEP 30535-901 - Telefone geral: (31)3319-4444